Qual a importância e os benefícios do alongamento na prática de exercícios físicos?

Matheus Hunoff
Comments are off for this post.

A importância do alongamento pode ser medida através de seus inúmeros benefícios.

Muitas pessoas não conhecem a real importância do alongamento, feito antes e depois da prática de exercícios físicos. Sabem apenas que ele é necessário.

Apesar deste conhecimento ser amplamente difundido, poucos praticam essa ação de maneira efetiva e eficaz.

Por conta disso, muitas pessoas sentem dores, cansaço e incômodos musculares.

Tais condições podem ser facilmente melhoradas com a prática de alongamentos, pois estes relaxam o corpo, aliviam a tensão muscular e melhoram a flexibilidade e a postura corporal.

O que é alongamento?

Alongamento é um tipo de exercício que aumenta a elasticidade do corpo.

O alongamento é um tipo de exercício que precisa ser feito antes e depois de qualquer outro tipo de atividade, como a prática do surf, por exemplo.

Esses exercícios preservam e aperfeiçoam o grau de flexibilidade muscular do corpo, estimulando o estriamento de suas fibras.

Esse resultado acontece por conta da elevação gradativa de temperatura que os músculos sofrem durante o alongamento, o que também contribui para o aumento do comprimento das estrias musculares.

Ou seja, quanto mais uma pessoa alongar seu músculo, maior será a sua flexibilidade, o que auxilia, inclusive, a prática de qualquer tipo de atividade física.

A prática de alongamentos é algo simples e recebe duas classificações de acordo com a forma como são executados:

Alongamento passivo

O alongamento passivo é feito com a ajuda de forças externas.

Esse tipo de alongamento é feito com o auxílio de forças externas, que podem ser equipamentos ou outra pessoa.

Alongamento ativo

O alongamento ativo é feito de forma individual.

O alongamento ativo é a maneira mais conhecida de realizar essa atividade, pois é feito individualmente com a realização de movimentos voluntários.

Qual a real importância do alongamento?

Alongar-se tem uma importância enorme para a saúde física e mental de quem o pratica.

Fazer alongamentos constantemente antes e depois de atividades físicas é de extrema importância.

Esse “pré-treino” jamais pode ser negligenciado. Tais exercícios têm um ritmo mais lento, a fim de deixar claro para o corpo que um exercício físico está prestes a ser iniciado.

Além disso, a importância do alongamento é enorme para os músculos que têm as suas fibras estriadas. Ou seja, ele faz com que elas aumentem de comprimento e deixem o corpo mais flexível.

Com isso, a amplitude de qualquer movimento feito pelas articulações corporais se torna maior, evitando, assim, possíveis lesões.

Isso é importante porque os músculos apresentam uma tendência a se encurtarem e diminuírem de tamanho quando permanecem muito tempo parados, por exemplo.

A importância do alongamento está ligada diretamente a sua qualidade de vida. Os benefícios para a mente, fazendo com que ela fique calma, desacelerando a respiração de quem o realiza, reduzindo, também, o estresse e a ansiedade.

A importância do alongamento precisa ser amplamente difundida.

Uma das melhores notícias sobre esse tipo de exercício é que ele pode ser realizado por qualquer pessoa sem que haja restrições de idade.

Além disso, quem possui algum problema físico, como hérnia de disco, também pode realizar alongamentos diários. Nesse caso, é importante realizar o alongamento com mais atenção, para prevenir possíveis desconfortos.

Essa atividade pode ser realizada por si só, sem outra atividade antes ou depois, deixando o indivíduo livre para executá-la quando sentir vontade, a fim de relaxar sua mente e corpo em qualquer lugar.

O indivíduo também precisa se aquecer antes de praticar qualquer tipo de exercício físico, para se preparar para o que está por vir. Isso diminui as chances de lesão muscular e aumenta o seu desempenho.

A intensidade com que o aquecimento é realizado precisa ser suficiente para que a temperatura corporal aumente sem que a pessoa se canse. A prática de alongamento e aquecimento pode ser realizada ao mesmo tempo, com o uso dos movimentos corretos e na velocidade correta.

Os principais benefícios do aquecimento são:

  • Melhora da função do sistema nervoso e central;
  • Aumento do metabolismo energético;
  • Aumento da elasticidade do tecido;
  • Aumento do fluxo sanguíneo;
  • Diminuição do risco de lesão;
  • Aumento da temperatura muscular;
  • Aumento da lubrificação das articulações;
  • Evita dores musculares.

Quais os reais benefícios de se alongar?

Realizar alongamentos é muito importante e traz inúmeros benefícios para seu corpo e mente.

Alongamentos possuem uma importância enorme na vida de quem pratica atividades físicas, pois proporciona inúmeros benefícios, como:

Aumenta a flexibilidade

Quando uma pessoa começa a se alongar antes de alguma atividade física, é normal que ela sinta que essa é uma tarefa difícil ou quase impossível ao perceber que seu corpo não se “estica” o suficiente.

Porém, ao praticar alongamentos periodicamente, o indivíduo passa a perceber o ganho gradual de flexibilidade, o que auxilia, também, no melhoramento do condicionamento físico.

Isso se dá justamente pelo fato de os músculos esticarem durante um alongamento, fazendo com que movimentos que eram difíceis de serem feitos se tornem naturais e constantes, como tocar o chão com as mãos sem dobrar os joelhos, por exemplo.

Ajuda a prevenir lesões

Um dos benefícios que mais ressaltam a importância do alongamento é a prevenção de lesões. Elas acontecem por causa do excesso de força que é feito pelo indivíduo sem que ele esteja alongado e aquecido.

Quando este é realizado, os músculos são relaxados, o que diminui as chances de o indivíduo sentir dores ou desconfortos após a realização de atividades físicas.

Além disso, praticar alongamentos também protege pessoas sedentárias de lesões indesejáveis e distensões musculares que podem, inclusive, causar danos irreversíveis.

Reduz o estresse, a ansiedade e a depressão

Muitas pessoas não sabem, mas praticar alongamentos regularmente melhora não apenas o condicionamento físico para a prática de exercícios.

Os benefícios dessa prática também são observados quando o assunto é relaxamento da mente, já que ele reduz o estresse e a ansiedade, auxiliando no combate e na prevenção da depressão.

Isso acontece porque pessoas com essa condição ou que sofrem de ansiedade costumam ficar com seus músculos rígidos e tensos, o que provoca um desconforto, podendo gerar dores indesejadas.

Ou seja, ao se alongarem, esses indivíduos ficam com seus músculos e mentes relaxados.

Diminui as dores musculares

Uma das maiores importâncias do alongamento no âmbito de seus benefícios para quem pratica atividades físicas é o fato de auxiliar na diminuição de dores musculares.

Tais dores costumam aparecer após exercícios pesados, fazendo com que muitas pessoas desistam de realizá-los.

Porém ao manter a prática de alongar os músculos a incidência de dores nos braços, nas costas e nas pernas, por exemplo, diminui consideravelmente. Com isso, o praticante acaba tendo ainda mais ânimo e disposição para manter sua rotina de treino.

Reduz danos musculares

Para evitar a ocorrência de distensões musculares ou danos permanentes nos tecidos, é necessário que a prática de alongamentos seja uma ação recorrente.

Então, é fundamental que cada parte do corpo seja alongada por igual antes de qualquer tipo de rotina de exercícios.

Equilibra e alinha a postura

Normalmente, a forma errônea com que a postura é alinhada não é percebida pelas pessoas, fazendo com que elas se agachem, sentem, deitem ou andem, sem perceber que uma postura inadequada prejudica o sistema muscular, articular e esquelético.

Esse fato acaba levando a uma percepção tardia através de sensações de ardor, dores agudas e crônicas e, até mesmo, da incapacidade da realização de algum movimento comum.

Isso faz com que a importância do alongamento seja sempre lembrada, já que ele é capaz de realinhar a postura, facilitando a prática de exercícios físicos.

Quando fazer o alongamento muscular?

A importância do alongamento está diretamente ligada ao momento de sua execução.

Diferentemente do que algumas pessoas acreditam, o alongamento muscular não apresenta prejuízos ao corpo humano. Porém, mesmo assim, ele precisa ser realizado no momento correto, após os treinos ou em períodos distantes do treino, sendo realizado por si só.

Assim, todos os benefícios dessa atividade são bastante visíveis durante os treinos, auxiliando a construção de uma melhor qualidade de vida.

Para desfrutar de todos os benefícios que a prática do alongamento muscular oferece, é interessante que o atleta a combine com outras atividades, como pilates e yoga, já que estas fazem uso de técnicas que desenvolvem a elasticidade corporal.

Quais os principais tipos de alongamento?

A facilitação neuromuscular proprioceptiva (FNP) é um dos principais tipos de alongamento.

Antes de conhecer os principais tipos de alongamento, é de suma importância que o indivíduo conheça a forma certa de realizá-lo.

O principal é que o indivíduo sempre respeite o seu próprio corpo, fazendo alongamentos de forma gradativa, a fim de não forçar muito seus músculos e acabar obtendo o efeito contrário. Então, é fundamental que todos os movimentos sejam executados lentamente.

Também é indicada a realização de alongamentos em cada parte do corpo, ou grupo muscular, entre 15 e 30 segundos sem interrupções.

Sabendo dessas informações, uma pessoa já pode começar a se alongar de forma consciente e segura, realizando qualquer um dos tipos a seguir ou uma combinação deles:

Alongamento estático

A importância do alongamento estático é bastante conhecida principalmente por atletas. Como sua finalidade é relaxar os músculos, ele costuma ser praticado ao final dos exercícios físicos.

A importância do alongamento estático é bastante conhecida, principalmente por atletas.

Ele é realizado quando os músculos estão esticados e o seu executor se encontra em uma posição imóvel, a fim de alongar uma parte específica do corpo até a sua máxima amplitude em um movimento lento.

Alongamento dinâmico

O alongamento dinâmico, ou alongamento balístico, é comumente realizado por crianças e adolescentes. Ele normalmente é praticado antes da realização de exercícios físicos, juntamente com o aquecimento.

Além disso, o alongamento dinâmico é feito sem carga e com muitas repetições, a fim de aquecer e manter os músculos em uma determinada temperatura. Ele também aumenta a flexibilidade das articulações e a amplitude de qualquer movimento.

Alongamento isométrico

Este é passivo-estático que é combinado com contração isométrica. A importância desse alongamento é imensa, pois permite que quem o pratica adquira um alto nível de flexibilidade mais rapidamente do que com a realização do método passivo. Porém ele exige muito mais do músculo alongado, tendo que ser praticado com cuidado.

Para realizá-lo, o indivíduo precisa ficar em uma posição de alongamento passivo e contrair seus músculos alongados contra algo que permaneça imóvel, podendo ser um objeto ou uma outra pessoa. Após isso, é preciso que essa contração seja mantida por alguns segundos.

Facilitação neuromuscular proprioceptiva (FNP): Kabat

A facilitação neuromuscular proprioceptiva (FNP) é uma técnica que foca na reeducação seletiva de todos os componentes motores individuais através do desenvolvimento neuromuscular.

Isso se dá por conta da estimulação dos receptores que facilitariam a mobilidade coordenada e a estabilidade articular.

Ou seja, o método FNP objetiva promover o aumento da velocidade de execução de algum movimento específico, o aperfeiçoamento da potência muscular, a recuperação da função estabilizadora e a melhoria da precisão de algum movimento.

Esse tipo de alongamento pretende estabilizar os movimentos normais do corpo com ações do sistema nervoso central, da cinesiologia, da morfologia, da conduta motora e do aprendizado do desenvolvimento motor.

Contrair-relaxar

A técnica de alongamento contrair-relaxar é baseada na contração do músculo antagonista, seguida de um momento de relaxamento, o que acaba permitindo uma maior amplitude na rotação e execução de um movimento.

Este alongamento é realizado com o auxílio de um fisioterapeuta que move o membro em questão até o fim de sua amplitude passiva. Após isso, o profissional pede que o paciente contraia a musculatura antagonista e, depois de cinco segundos, o tecido é relaxado.

Esse tipo de alongamento é indicado quando o indivíduo possui uma contração muscular encurtada e dolorida.

Você já conhecia a importância do alongamento? Tem alguma dúvida ou gostaria de saber mais sobre o assunto? Deixe seu comentário abaixo e continue acompanhando nossas publicações.

Aloha,

Matheus Hunoff.

Compartilhe esse post

Comments are closed.