Conheça 5 exercícios para melhorar sua remada

Matheus Hunoff
Comments are off for this post.

Você que é apaixonado pelo surf sabe a importância da remada pra aproveitar sua sessão. Para os iniciantes que ainda não tem tanto conhecimento do esporte, é imprescindível conhecer e aplicar técnicas de remada, caso contrário não será possível pegar qualquer onda.

Desde o início de uma sessão de surf, a remada é essencial. Antes mesmo de pensar em pegar uma onda, o surfista precisa varar toda arrebentação para chegar no pico onde as melhores ondas estão. Para fazer isso você precisará de uma remada forte e resistente pois você estará remando contra a corrente de água.

Assim que você chegar no outside (onde as melhores ondas geralmente estão), você precisará remar para pegar suas ondas. Os braços devem se alternar, como no movimento de nadar, até que sua prancha tenha velocidade o suficiente para você dropar (ficar de pé) e você possa começar a surfar sua onda, seja fazendo manobras ou apenas curtindo.

Você gosta de surf? Quer melhorar sua prática cada vez mais? Então saiba que dominar a arte da remada será um dos principais meios de você pegar a onda perfeita, e de melhorar a sua performance no surf.

O que é a remada?

 Remada é o movimento que o surfista utiliza para se mover dentro da água. Seja para chegar até o outside ou para pegar a onda que escolheu. Isso significa que todo seu surf depende de uma boa remada, capaz de fazer você pegar mais ondas e aproveitar todo tempo dentro da água.

A pior sensação para um surfista é não conseguir pegar as ondas que gostaria, e não ter energia suficiente para remar e dropar uma onda, se frustrando pela falta de resistência e preparo físico.

5 exercícios para melhorar sua remada

Não é fácil conquistar a resistência física adequada para se praticar um determinado esporte. É uma atitude que exige tempo e muito treino. O surf funciona dessa maneira.

Portanto, se o seu objetivo é melhorar sua condição física para surfar com qualidade sem perder o ritmo, esses exercícios listados a seguir serão uma ótima opção para dar condicionamento, força e estabilidade ao seu corpo e, assim, aumentar a sua eficiência na remada.

Elevação de braço alternada em prancha

Deite-se horizontalmente em uma prancha ou tapete. Com o auxílio dos antebraços e dos pés, levante seu corpo de modo que ele fique o mais reto, paralelo em relação ao solo.

Nessa posição estática e horizontal, faça movimentos alternados de elevação dos braços até altura da cabeça e costas, estendendo-os para frente.

O exercício de elevação dos braços em prancha vai ajudar a melhorar a sua remada. Ele proporcionará, com o tempo, resistência e estabilidade para os ombros. Ele também melhora o condicionamento dos músculos intercostais e do abdômen.

Para extrair o máximo desse exercício rapidamente, faça três séries de vinte repetições. Percebendo melhoras, passe a fazer três séries de trinta e, em seguida, cinco séries de trinta repetições.

Se for conveniente, além da elevação alternada dos braços, pode-se fazer a elevação alternada das pernas. Esse exercício, além dos benefícios para os membros posteriores, ajudará na prática da remada por melhorar a força e o condicionamento do abdômen.

Na primeira imagem, a descrição exata da elevação dos braços em prancha. Se quiser aumentar a variedade dos exercícios e condicionar ainda mais o abdômen, a imagem dois descreve a elevação de perna alternada em prancha.

Elásticos de resistência

O elástico é, provavelmente, um dos acessórios que traz melhor relação custo/benefício para o condicionamento e fortalecimento do corpo. Ele é prático, fácil de transportar, econômico e garante resultados.
Quanto ao surf, o elástico de resistência é ótimo para a prática fora da água e vai auxiliá-lo no ganho de força nos ombros.
Outra vantagem interessante do elástico de resistência é que ele possibilita evoluir a cada período, ao possibilitar ajustes no seu comprimento, variando a carga do exercício. Ainda, você pode utilizar elásticos cada vez mais rígidos, o que também altera a carga da sua atividade física.
O uso do elástico pode ser diário. O importante é desafiar-se, diversificando a intensidade e o tipo de simulação.

O elástico de resistência é um ótimo equipamento para treino diário de remadas. Ele é prático e traz bons resultados. Ideal para você ter em casa e levar aos lugares de treino. A variedade de exercícios é grande e a melhoria na força e no condicionamento é evidente.

Ombro slide

Esquema de treino para aumentar a mobilidade articular dos ombros para a remada no surf.

O ombro slide é um exercício que tem o objetivo de criar mobilidade articular e, também, aumentar a amplitude do movimento de rotação dos ombros. Condiciona de modo a evitar lesões de rotação contínua.
Mas, cuidado, esse é um tipo de exercício que pode facilmente provocar lesões se for realizado de modo incorreto.
A posição adequada é em posição ereta, sentado ou em pé com os joelhos levemente dobrados e as costas e pescoço alinhados, encostados em uma parede.
Nessa posição, coloque os braços em ângulos de 90 graus na parede ao lado da sua cabeça, levante-os o máximo possível escorregando na parede sem tirar sua lombar da parede.
Faça três séries de dez repetições com sua respiração bem controlada.

Super-homem alternado

O super-homem alternado é um exercício de solo que simula perfeitamente o movimento da remada do surf. Com o auxílio de uma bola suíça, deite de barriga sob a bola e mantenha seu corpo alinhado e toda musculatura ativada.

Levante seu braço direito e perna esquerda ao mesmo tempo, em seguida abaixe-os e levante os membros opostos, braço esquerdo e perna direita.

Faça esse movimento de sobe e desce alternado, sincronizando braços e pernas ao mesmo tempo. Aproveite para trabalhar sua capacidade pulmonar nesse exercício, fazendo respirações profundas.

Melhora a postura geral, o condicionamento e o equilíbrio. Ótimo para aumentar a potência da remada na prancha.

Esquema que descreve o super-homem alternado.

Remada VTY

Os exercícios de remada VTY são uma sequência exclusiva do Treinamento Surf Evolutivo. Nessa sequência de movimentos você estará desenvolvendo todos atributos físicos e técnicos que sua remada precisa ter para você pegar muito mais ondas, surfar por mais tempo, sem dores nos ombros e sem fadiga muscular.

Com o auxílio de uma bola suíça, encoste a ponta dos pés e joelhos no chão, ficando estável nessa posição abrace a bola e em seguida suba seu tronco levando seus braços para trás, fazendo o formato de um V.

Em seguida, abrace a bola novamente e ao subir faça o formato de um T, levando seus braços a linha lateral dos ombros. E em seguida abrace a bola novamente e ao subir faça o formato de um Y, levando seus braços para cima na direção da sua cabeça.

Repita esse ciclo completo por 10 vezes.

E atenção, é importante estar sempre atento à postura das costas durante as repetições, pois o posicionamento errado pode gerar desconfortos e lesões da região toracolombar.

Esse exercício corrigirá a postura da sua escápula fazendo com que sua remada seja mais eficiente dentro da água e te permita ir mais longe, com menos esforço.

Uma forma exclusiva de treinar a remada do Treinamento Surf Evolutivo.

Natação

Uma excelente forma de treinar a remada é por meio de uma atividade aeróbica na água, ou seja, nadando.

A natação é ideal para você treinar a resistência na água, a hidrodinâmica, aprender a respirar corretamente – o que traz benefícios em situações de apneia –  e melhorar a capacidade dos seus pulmões.

Focando na resistência física, você precisa descobrir seus limites, perceber o quão longe pode nadar de uma só vez e passar a entender o quanto pode exigir a mais do seu físico de modo a construir força.

Nesse sentido, é importante, por mais que seja difícil em muitos casos, encontrar um local para praticar o nado em águas abertas.

Piscinas são práticas, qualquer academia possui. No entanto, nelas você será obrigado a fazer viradas ou ficar tocando na borda para voltar a nadar. Isso interrompe o nado e impede que, a longo prazo, você crie a resistência ideal para trabalhar no surf.

Por isso, se você conseguir encontrar próximo a você um lago ou represa, ou se você morar no litoral, dê preferência pela prática de natação em águas abertas e treine de modo constante e progressivo para que, em questão de poucos meses, você consiga resistência suficiente para nadar, sem parar, por três ou quatro quilômetros.

Quando você chegar a esse nível, terá um preparo físico e uma resistência muito forte para remar nas ondas e curtir longas sessões no surf.

Outra dica é variar o ritmo – entre moderado a acelerado – em intervalos pré-determinados. Por exemplo, três minutos moderados para um minuto forte; ou cinco minutos moderados para dois minutos acelerados.

O tempo de variação entre moderado e acelerado pode variar conforme o dia de treino.

Seja no mar, em lago ou represa, a natação em águas abertas é essencial para o surfista que visa a ganhar resistência física suficiente para praticar o surf por longo período sem ficar passando perrengue durante as remadas. As águas abertas forçam o nadador a permanecer em atividade constante, ao contrário de piscinas, as quais provocam intervalos no nado a cada chegada à borda.

Gostou do artigo? Ele foi produtivo para te ajudar nos treinos e melhorar sua condição física geral para a prática do surf? Então curta, compartilhe com seus amigos, pegue sua prancha e vá para a praia pegar a onda da sua vida.

Aloha,

Matheus Hunoff

Compartilhe esse post

Comments are closed.